“Montanha” agride Bolsonaro, mas não explica acusação de seus próprios familiares: "Estelionatário" (veja o vídeo)

O deputado federal Paulo Pimenta, identificado pelo codinome ‘Montanha’ nas planilhas da Odebrecht é indiscutivelmente um dos mais desqualificados elementos da política nacional.

Uma vida totalmente tortuosa, com problemas gerados por sua má conduta, que atingem, inclusive, os seus próprios familiares.

Pimenta é acusado de estelionato pela própria família. E responde a processo por isso.

Imaginem um sujeito que não possui um ‘fio’ de confiança de ninguém. Sim, absolutamente ninguém.

Entre os companheiros da política, também não goza de nenhuma credibilidade. De uma maneira generalizada, ninguém deposita o mínimo de confiança no deputado. Jean Wyllys, por exemplo, o considera um “rato”.

O que se pode esperar de um sujeito que é considerado “rato” por alguém da estirpe de Jean Wyllys?

Pois é, esse “montanha”, esta semana, certamente com o propósito de aparecer, disse nas suas redes sociais que “Bolsonaro sabe que sairá da política algemado”.

Pimenta, ou “Montanha”, não passa de um fanfarrão, que se vale do mandato para ofender e se livrar das garras da Justiça.

Não fosse sua condição de parlamentar, ele sim, certamente já teria sido algemado há muito tempo.

O vídeo abaixo retrata levemente o caráter desse pulha:

da Redação

Comentários