Ministro do TCU barra sabotagem do Congresso que elevava em R$ 20 bilhões os gastos do governo

O Ministro Bruno Dantas, do TCU aceita pedido do governo e suspende ampliação do BPC, benefício a idosos.

Atendeu a um pedido do governo, por meio do ministério da Economia, que citou uma decisão de agosto do ano passado do próprio TCU, que impede o aumento de despesas sem prever como serão pagas.

A decisão precisa ser ratificada pelo plenário do TCU. Mas já foi um grande passo.

O Congresso derrubou o veto do Presidente, e elevou os gastos do governo este ano em R$ 20 bilhões, e, pelo menos, em R$ 200 bilhões em dez anos, ou 1/4 da correção das contas públicas gerada pela aprovação da nova Previdência.

É claro que os mais de 300 sacripantas irresponsáveis que votaram pela derrubada do veto não estavam com peninha dos idosos. A intenção foi claramente sabotar as contas públicas. Acham que para voltarem a roubar, oops, desculpe, voltarem ao poder, o Brasil não pode dar certo.

Lucia Sweet

Jornalista

Comentários