TCE

O Eixo do Mal defende a imediata “deposição” de Bolsonaro

A jornalista tucana Vera Magalhães, Estadão, acaba de aderir ao golpismo fascio-comuno-fisiológico do Eixo do Mal e pede histericamente a imediata ‘deposição’ do presidente Jair Bolsonaro, alegando que ele cometeu um crime de responsabilidade sanitária, uma infração constitucional que só existe na cabeça dela.

Vera, o lulopetismo e seus aliados corruptos da esquerda e da direita, mais boa parte da mídia tradicional, acham que o presidente colocou a população em risco, mas por trás da histeria política que todos demonstram, o que os assombra é a escalada que cumprirá o povo depois das jornadas de protesto realizadas com invulgar êxito, neste domingo (15), apesar de todos os obstáculos.

Vera Magalhães descreve o que ela e o Eixo do Mal temem:

- Ao calarem e se acovardarem diante dos atos golpistas com a presença e o apoio do presidente, Maia, Alcolumbre, Toffoli e demais ministros (STF) e parlamentares mostram que o método de acossá-los. é efetivo e permitem que se parta para o próximo passo.

A exigência de Vera sintetiza o golpe fascio-comuno-fisiológico:

- Tem que ser hoje a resposta.

Ou seja, Vera Magalhães prega a imediata a deposição do presidente Bolsonaro.

(Texto de Políbio Braga. Jornalista)

Conheça o blog do autor: https://polibiobraga.blogspot.com/

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários