Desespero toma conta da Venezuela e Maduro ordena "quarentena total"

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, declarou oficialmente. na última segunda-feira 16, quarentena em todo o país devido à pandemia de coronavírus.

Até o momento, o país que vive uma crise sem precedentes detectou 16 novos casos, que no total somam 33, oficialmente.

Ainda não há qualquer óbito em decorrência do coronavírus registrado.

Em rede nacional de rádio e TV, Maduro declarou:

“A Venezuela dá um passo à frente e declara quarentena total. A Venezuela inteira entra em quarentena social. Todo o país, os 23 estados e o distrito capital estão em quarentena social, quarentena coletiva, medida drástica necessária.”

Com a decisão do tirano, a ideia é que haja suspensão do trabalho, exceto nas atividades ligadas à distribuição de alimentos, à segurança policial e militar, aos serviços de transporte e à saúde.

Segundo especialistas, a iniciativa pode parecer prevenção, mas na realidade representa o desespero de um país sem recursos, em meio a crise.

"Começamos com o pé direito", disse Maduro.
da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários