O Juízo Final é o Juízo da Medicina

Estamos caminhando em meio ao terror e à histeria global por causa de um vírus.

Que ironia! Mas, obviamente, é problema sério.

O que está por trás disso tudo?

A economia chinesa?

A disputa de poder entre comunistas e capitalistas?

O equilíbrio das “forças ocultas”?

Uma 3ª Guerra Mundial biológica?

Pois é, são muitas as dúvidas, a grande ironia é que estamos vulneráveis a um ser microscópico.

As estatísticas mostram que os mais vulneráveis são idosos, cardíacos, hipertensos e diabéticos.

Nada é coincidência, são todos dependentes químicos da indústria farmacêutica.

A indústria do veneno, de uma medicina incompetente e sintomática.

A maioria se entrega cegamente aos procedimentos cirúrgicos sem questionar suas causas.

E ninguém sabe o dia de amanhã, assim como não sabem por que adoecem.

Não abrem mão dos prazeres comestíveis, das bebidas legalizadas.

Depois reclamam das dores e não entendem que isso é a cura dos seus exageros.

A cada dez propagandas na TV, cinco são de remédios.

E se entopem às dezenas de paliativos, em simbiose com a indústria alimentícia.

Pois a dor do seu prazer é cultural, não adianta agora culpar o sistema.

Ele só tira proveito do sofrimento para ganhar mais dinheiro.

Quanto aos médicos, desejam o bem do próximo, mas seguem os protocolos.

Tudo em prol de nossas crenças materiais baseadas no conhecimento e na razão.

Acreditam na origem do pecado original e do fruto proibido que nos expulsaram do paraíso.

A assim chamada Teoria da Evolução.

E eis que a Luz do Novo Mundo e da internet irão revelar toda a verdade.

Deus nos criou seres saudáveis.

A humanidade está envenenada e doente.

Nenhum antibiótico terá mais efeito.

As doenças do passado voltando piores, apenas ficaram trancadas com seus germes.

A medicina e seus remédios irão sucumbir, suas vacinas serão desacreditadas.

Até ficar de mãos atadas sem saber mais o que fazer em hospitais lotados.

O que é mais irônico? Sem ela, poderemos sobreviver para entender.

Kleber Saba

Arquiteto

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários