Eis uma esperança: Favipiravir curou infectados pelo coronavírus em apenas 4 dias

O jornal britânico The Guardian, divulgou matéria na quarta-feira, 18, informando que profissionais de saúde da China, estão utilizando um medicamento que serve para tratar casos específicos de gripe e parece ser eficaz em pacientes que estão com coronavírus.

O medicamento chama-se "Favipiravir".

Segundo Zhang Xinmin, membro do Ministério de Ciência e Tecnologia da China, o Favipiravir produziu resultados positivos em testes feitos com 340 pacientes de Wuhan e Shenzhen.

Médicos chineses, que fizeram parte dos testes em pacientes de Shenzhen, afirmaram que após quatro dias os mesmos pacientes testaram negativo para o vírus. Quatro dias é considerado uma queda muito significativa, levando em conta que a infecção costuma durar em torno de 11 dias.

Os especialistas ainda apontaram que existe outro ponto positivo na utilização do medicamento, pois, segundo constataram, os pulmões dos infectados pelo coronavírus demonstraram melhorias em comparação aos demais que não utilizaram o medicamento.

Em um estudo recente, foi citada a hipótese de que entre 20% a 30% das pessoas afetadas pelo agente infeccioso terão danos permanentes no sistema respiratório.

Com uso do medicamento, o levantamento apontou que cerca de 91% dos pacientes tratados apresentaram melhorias na condição pulmonar, já entre os que não receberam o medicamento, esse índice foi de 62%.

A Fujifilm Toyama Chemical é a empresa responsável pelo remédio e, segundo informações, se recusou a comentar sobre o Favipiravir.

No Japão, local onde é fabricado o medicamento, pesquisadores também estão utilizando-o em estudos clínicos. Entretanto, as informações passadas pelo Ministério da Saúde japonês afirmam que o Favipiravir só tem demonstrado bons resultados em pacientes com sintomas leves ou moderados. A droga não é tão eficaz em pessoas com sintomas graves.

da Redação

Comentários