Vídeos registram PM de SC fechando estabelecimentos após decreto para conter o Coronavírus (veja os vídeos)

O Governo de Santa Catarina (SC) decretou situação de emergência devido ao avanço da pandemia de coronavírus no estado. Dentre o conjunto de medidas que entraram em vigor nesta quarta-feira, 18, estão suspensos os serviços públicos e privados considerados "não essenciais".

A entrada de novos hóspedes no setor hoteleiro, a circulação de veículos de transporte coletivo urbano municipal, intermunicipal e interestadual, as consultas ambulatoriais e os exames eletivos estão todos suspensos.

No documento, há uma especificação para seguirem abertos serviços essenciais como farmácias, supermercados, unidades de saúde, postos de combustíveis, funerárias, distribuidoras de água, gás e energia, clínicas veterinárias de emergência, serviços de telecomunicações, órgãos de imprensa, serviços de segurança privada e a coleta de lixo.

Comércios como lojas, outlets, bares, entre outros não considerado essenciais estão proibidos de abrir.

Entretanto, alguns comerciantes decidiram não respeitar o decreto do governador Carlos Moisés (PSL) e a Polícia Militar (PM) teve que intervir para que fosse cumprido o que foi ordenado.

Algumas das ações foram registradas em vídeo e viralizaram nas redes sociais e aplicativos de mensagens.

A validade do decreto nesse primeiro momento será de sete dias.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários