Alcolumbre colocou 1.300 pessoas em risco e a grande mídia silenciou

Davi Alcolumbre atacou Jair Messias Bolsonaro nas redes sociais, pois de acordo com o cosplay de Batoré, o presidente, com suspeita de Corona vírus, colocou as pessoas em risco na passeata de domingo (15).

O mesmo Alcolumbre teve, em seguida, seu teste positivo para Corona vírus.

Vale lembrar que o nobre senador estava na festa da CNN, com 1.300 pessoas, possivelmente colocando todas elas em risco, mas até agora não houve autocrítica.

Idem com a imprensa que massacrou Bolsonaro, mas ignorou o fato ocorrido com o senador.

A mesma imprensa participou na quarta-feira (18) de uma coletiva do presidente e seus ministros, com duração de quase duas horas, sobre a crise em função da pandemia.

Várias ações foram decretadas e declaradas ao público.

A imprensa se preocupou com apenas uma delas: o uso incorreto da máscara no presidente.

O Brasil assustado, chocado, preocupado, mas a esquerda organizou um panelaço para "gritar" pelo impeachment do presidente. Qual motivo? Apenas o terceiro turno mesmo. Nada muda na cabeça desta turma.

Na Itália as pessoas cantam e tocam nas sacadas para animar e encorajar seu povo. Aqui, se batem panelas e gritam palavras de baixo calão. Para o vírus? Não, para o presidente, afinal, o que não é culpa dele neste mundo?

(Texto publicado na página Toca do Lobo)

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários