TCE

China, responsável pelo coronavírus e Rodrigo Maia, o “lambe botas” dos comunistas chineses

O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), equivoca-se redondamente ao tentar amenizar as críticas ao governo chinês, responsável direto pela calamidade do coronavírus no mundo.

O deputado muitas vezes extrapola as suas limitações de alçada como um dos chefes do Poder Legislativo - para se comportar como se fosse o próprio presidente da República.

O deputado Rodrigo Maia não tem competência constitucional para pedir desculpas às autoridades chinesas. Isso caberia ao chefe do Executivo, se fosse necessário.

O parlamentar devia se colocar no lugar daqueles que foram mortos ou estão sendo atingidos pelo coronavírus e se filiar aos que desejam indenização do governo chinês pelo grande mal que está causando ao país e ao mundo.

É inaceitável a censura do deputado Rodrigo Maia às críticas corretíssimas de Eduardo Bolsonaro, que teve a coragem de chamar à responsabilidade o governo chinês.

Vamos deixar de hipocrisia e frouxidão. Afinal, não é nenhuma inverdade que a China é a verdadeira culpada pela pandemia do coronavírus. Portanto, ela tem de pagar pelas mortes, pelos doentes e pelos prejuízos causados aos países.

Na contramão do posicionamento do deputado Rodrigo Maia, leiam a matéria publicada no 'Brasil Agora':

"O deputado Jim Banks (R-IN) declarou, nesta segunda-feira (16), que os Estados Unidos deveriam começar a forçar a China a ‘pagar a carga e o custo incorridos’ devido ao coronavírus de Wuhan.
O congressista do estado da Indiana, EUA, disse durante uma aparição no Tucker Carlson Tonight, da FoxNews, que os EUA deveriam colocar o ônus financeiro, causado pelo coronavírus, à China, e apresentou várias maneiras de fazer isso:
‘Precisamos começar forçando a China a pagar a carga e o custo incorridos nos Estados Unidos da América devido ao coronavírus. Eu acho que existem muitas maneiras de fazer isso’, disse Banks.

Ele continuou:

“O presidente poderia forçar a China a aliviar grande quantidade de dívida americana. Ele poderia instituir tarifas à China e designar as verbas para um fundo de auxílio às vítimas de coronavírus para pagar os custos incorridos aos americanos e aos contribuintes, devido à negligência da China, que levou à crise que a América está enfrentando.”
Ao ser questionado se ele acredita que o governo Trump seguirá nessa direção, Banks respondeu afirmativamente:
“Espero que sim […]. Não tenho dúvidas de que o presidente Trump fará tudo o que puder para responsabilizar a China pelo que causou aos americanos. A China precisa pagar, e o Congresso trabalhará com membros do governo Trump para decidir a melhor maneira de responsabilizá-los”, acrescentou.
O vírus, que se originou em Wuhan, na China, (omitido por muito tempo pelo governo chinês), já infectou mais de 189.000 pessoas em todo o mundo. Atualmente, o número de casos nos Estados Unidos supera os 5.100 casos."

E, assim mesmo, o deputado Rodrigo Maia, do alto de sua empáfia, ainda deseja lamber as botas dos comunistas chineses?

Júlio César Cardoso

Bacharel em Direito e servidor (federal) aposentado. 

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários