O jogo está prestes a virar e contra a China

Estamos naquele momento que nossos netos e bisnetos estudarão nos livros de História...

É o início de um novo período para a história mundial.

A geopolítica irá mudar...

A Europa, que já não estava bem das pernas, afundará de vez...

A moda do globalismo acabará...

Com a provável descoberta do coquetel que minimiza os efeitos do Covid-19, o cenário catastrófico para o resto do mundo será amenizado.

O Brasil sofrerá consequências pontuais, mas que não devem perdurar... graças à parceria com os Estados Unidos.

Como disse Donald Trump, o jogo virou...

A China não ganhará tão fácil...

Muito pelo contrário!

O governo comunista da China passou as últimas décadas se preparando para dominar o mundo.

Se armou e virou potência econômica.

E tudo isso foi feito sem muita reação do resto do mundo....

Mas por sorte Trump foi eleito e antecipou passos...

Ele tenta a todo custo diminuir o poder econômico da China.

Com o Covid-19, que pra mim foi fabricado como parte da guerra, a China iria tentar comprar o mundo... dominar territórios através do poder econômico.

Ao analisar os números fica claro que a China perdeu muito dinheiro com o Coronavírus (muito para nós, pouco para eles).

Mas tudo foi estratégico, calculado. Perdeu dinheiro sem crise mundial. Perdeu pouco se compararmos com o que perderia se o país estivesse sido atingido pela doença até agora.

Enquanto o mundo agora fecha tudo, a China abre suas fábricas, acelera a produção, aumentará, ainda mais, seu potencial comercial...

Empresas chinesas se valorizariam e teriam dinheiro suficiente para comprar empresas estratégicas no resto do mundo...

Tudo isso, claro, se a crise continuasse por meses...

Mas agora, com a perspectiva de cura, o jogo pode virar.

A China não só não se fortalecerá tanto, como ainda será considerada ainda mais inimiga pelo resto do mundo...

Hoje existe uma chance real de guerra não só comercial...

Os próximos meses serão importantíssimos para a História...

(Texto de Flavia Ferronato. Advogada. Coordenadora Nacional do Movimento Advogados do Brasil)

da Redação

Comentários