Por que o búfalo não é o "rei da selva"? Na política não é diferente...

Um tanque de guerra da natureza, com uma tonelada de músculos e chifres; capaz de arremessar um leão, com 1/5 do seu peso, como se fosse um boneco de pano. Ainda assim, é uma simples presa.

O búfalo é apenas um grande herbívoro. Vive daquilo que a terra lhe fornece e só ataca quando é provocado (e olhe lá). Sendo assim, o leão, menor e mais fraco, mas com muito apetite, fica com a coroa.

Na política não é diferente.

O Brasil, como o búfalo, é um gigante gentil. Presa, não predador. Com comportamento pacato, também só reagimos sob ataque (quando reagimos).

Não só permitimos que um embaixador, em terras nacionais, questione a nossa democracia e ameace um parlamentar eleito, como também pedimos desculpas.

Fomos ensinados, por tanto tempo, que somos um país de terceiro mundo, que passamos a acreditar e, principalmente, nos esforçar para continuar sendo assim: Um mero coadjuvante.

NÓS ALIMENTAMOS O MUNDO. 2 BILHÕES DE PESSOAS, diariamente, só têm no prato o que nós colhemos. 25% do planeta come do nosso campo.

Vocês acham que a China é poderosa porque produz muito? Porque é uma nação milenar? E os EUA? Como um país colonizado, com mais ou menos a mesma idade que nós, com um clima muito mais severo e catástrofes naturais recorrentes, se tornou a maior nação do planeta?

A epidemia de COVID-19 demonstra bem o que estou dizendo.

Enquanto a China, a origem da peste, que escondeu a epidemia por dois meses e transformou-a em uma catástrofe mundial, tenta manipular a narrativa para mostrar-se a "salvadora do mundo"; o Brasil, onde o vírus foi sequenciado 48 horas após a confirmação do primeiro caso, permanece travando uma guerra interna, do governo contra a oposição e a imprensa.

Qualquer outro país que possuísse nossos recursos hídricos e minerais, nosso clima e nossa extensão de terras agricultáveis, hoje, estaria mandando e desmandando neste nosso planetinha azul.

Nós não! Permanecemos correndo atrás do próprio rabo, como bons vira-latas; mantendo a nossa cultura de subserviência e aceitando nosso lugar de subdesenvolvidos.

APETITE, MEUS CAROS. FALTA-NOS APETITE!

A majestade do leão está na fome que o búfalo não tem.

"Eu não temeria um grupo de leões conduzido por uma ovelha, mas sempre temeria um bando de ovelhas conduzido por um leão." (ALEXANDRE, O GRANDE)

Felipe Fiamenghi

O Brasil não é para amadores.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários