O “plano macabro” e o encontro do embaixador chinês com os governadores que querem derrubar Bolsonaro

O site "O Brasil Sem Medo" noticiou que aquele embaixador da China que desrespeitou o Presidente da República e seu filho, o deputado federal mais votado da História brasileira, reuniu-se com o grupo de governadores que está lutando contra o Governo Federal (até o novo o integrante do clubinho de governadores, Ronaldo Caiado, teria estado presente na reunião).

Sabe-se lá o que foi conversado, sabe-se lá o que foi conspirado... Ninguém jamais saberá. Como bom comunista, o Embaixador da China leva para a sepultura algo que tenha falado sem jamais divulgar.

O mais incrível disso tudo é que quem deu a notícia foi a MÍDIA BRASILEIRA, na maior naturalidade, como se fosse algo normal e corriqueiro, no ambiente político brasileiro.

Imaginem se isso tivesse acontecido nos EUA, ou em outro país democrático decente: vocês acham que isso ficaria assim?

Quem não reconhecer que NÃO ESTAMOS mais sob normalidade institucional não sabe mais analisar o que acontece ao seu redor.

E vou avisar uma coisa: se algo acontecer para abreviarem o mandato de Jair Bolsonaro o país vai pegar fogo. O que aconteceu no Chile vai ser FICHINHA, para o que virá pela frente.

Espero que quem está apostando no “quanto pior, melhor” tenha cacife para bancar.

Comentários