A tentativa de fazer Bolsonaro refém: dormimos no Brasil e acordamos na China (veja o vídeo)

Em entrevista exclusiva à TV Jornal da Cidade Online, Allan Frutuozo, do Canal Vista Pátria, fala toda a verdade que a grande mídia tenta manipular e esconder. A Constituição rasgada, os negócios da China com emissoras de TV brasileiras, as tramóias de governadores, o avanço do STF e de outros poderes para manter Bolsonaro refém e devolver o governo ao establisment corrupto, tudo isso e muito mais numa conversa imperdível para entender o risco que o Brasil está correndo, em um dos momentos mais delicados de nossa República. Confira alguns trechos:

Estado democrático de direito jogado no lixo

“Dentro da Constituição, o presidente está tentando resolver o problema. O problema é que seus inimigos não estão jogando dentro da Constituição. Vamos recapitular, o presidente editou uma medida provisória, com medidas para conter os danos dessa quarentena horizontal que tem sido feita no Brasil. O que aconteceu? O ministro do Supremo Tribunal, Marco Aurélio, foi lá e invalidou um dos pontos da medida provisória do presidente. Dentro da Constituição, o presidente editou um decreto que permite a abertura das lotéricas, muito importante para pessoas principalmente de cidades do interior, para poder receber seus benefícios, aposentadoria, muitas cidades não têm um banco. O governador do Distrito Federal, Ibaneis, disse que não vai obedecer ao decreto.

“O presidente está fazendo tudo que está a sua altura dentro da Constituição, mas seus inimigos estão agindo de maneira ilegal. Aí vai caber ao presidente qual atitude ele vai tomar. Aciona a Procuradoria Geral da República? O STF já mostrou que muitos ministros ali estão contra. Está um cenário de instabilidade muito grande, quando você tenta jogar o jogo democrático, você acaba sendo impedido por pessoas que não estão nem aí.”

O encontro dos governadores com o embaixador chinês

“O embaixador chinês que teve o encontro com Ibaneis, Doria, Witzel... para trazer a solução para o coronavírus. É algo realmente absurdo. Você cria o problema, depois ainda vende a solução e todo mundo acha normal. Além de ser uma conspiração de poderes, para tirar o poder da mão do presidente, evidencia os interesses chineses dentro do Brasil, isso é muito perigoso. João Doria possui um laço estreito de investimentos com a China, possui um escritório de representação na China, ele que criou essa reunião. O Doria tem agido diretamente não só para conspirar contra o poder executivo, como também conspira contra a própria nação como um todo.”

Rodrigo Maia deixou caducar a MP do 13º salário do Bolsa Família

“Nosso querido Congresso Federal, que está muito preocupado com nossa saúde, com os mais pobres, segundo eles... deixou caducar aquela medida provisória do 13º salário do Bolsa Família. Então, esse ano, o pessoal já não vai receber o 13º salário do Bolsa Família, a não ser que o presidente reedite, provavelmente é isso que ele vai fazer.”

Um guerrilheiro comunista no comando da OMS

“Eu já tinha essa informação que ele [o presidente da Organização Mundial de Saúde, o etíope Tedros Adhanom Ghebreyesus] participou de uma revolução comunista na Etiópia, que inclusive foi um tanto truculenta, violenta, com expropriações. O sujeito que está aí dizendo que a China é um exemplo para o mundo, sendo que quando os Estados Unidos criticou a falta de transparência, lá em janeiro, em relação ao vírus, o presidente da OMS saiu em defesa da China. O comunismo vai além da ideologia, é quase uma religião.”

Veja como o povo brasileiro e o governo federal se tornaram reféns de um sistema corrupto e da intervenção direta do Partido Comunista Chinês – são inimigos que não pensaram duas vezes ao rasgar a Constituição Brasileira. Quando acordarmos da histeria coletiva, não teremos emprego, comida, seremos escravos de gângsters, assassinos comunistas. Enquanto isso, continue em casa assistindo à Rede Globo, boa sorte.

Veja o vídeo:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários