Em meio a pandemia, comunistas provocam e colocam bandeiras em outdoor da Havan (veja o vídeo)

Em uma época onde todos se juntam para combater a pandemia de coronavírus que chegou ao Brasil, em Vilhena, no estado de Rondônia, não é diferente.

Entretanto, como tem se mostrado comum, minorias de arruaceiros estão se utilizando da pandemia para fazer propagandas ideológicas.

Em uma rodovia da cidade, comunistas colocaram duas bandeiras em um outdoor da rede de lojas Havan.

Em um vídeo gravado e posteriormente publicado nas redes sociais, um trabalhador mostra que retirou as bandeiras da placa e indignado com a situação detona:

“Se botarem mil bandeiras, nós tiramos as mil. Seus comunistas vagabundos! Vão trabalhar! [...] Vilhena livre do comunismo.”

O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, já sofreu diversos ataques desde que assumiu sua posição política de defensor do país. No final de 2019, botaram fogo na estátua da Liberdade de uma de suas lojas no interior de São Paulo.

Confira o vídeo:

da Redação

Comentários