assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Bia Kicis prova que a história do borracheiro é verdadeira e desmoraliza UOL e Revista Veja (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Uma história sobre a morte de um borracheiro tem circulado nos últimos dias nas redes sociais.

Reginaldo Jacinto da Silva teria sofrido um acidente em seu estabelecimento comercial, com um pneu de um caminhão tendo estourado em seu peito.

No dia 23 de março, o cidadão veio a falecer decorrente dessas complicações e por ter também adquirido a gripe Influenza, H1N1.

Entretanto, em seu atestado de óbito constou como causa de sua morte “Sindrome Respiratória Grave, Covid-19”.

A causa da morte, portanto, é falsa. O falecimento do borracheiro não teve nada a ver com o vírus chinês.

A deputada Bia Kicis postou a história e denunciou a falsidade em suas redes sociais.

Pois bem, o site UOL-Folha e a Revista Veja fizeram um grande estardalhaço denunciando a deputada como disseminadora de fake news.

Nesta segunda-feira (30), após fazer uma investigação completa sobre o assunto, inclusive fazendo com que uma equipe se dirigisse até a casa do falecido, em Recife (PE), Bia provou que quem divulgou fake news foram os veículos UOL e Veja.

Ou seja, a história é verdadeira, a morte do borracheiro não foi causada pelo Coronavírus, conforme se pode constatar no vídeo:

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários