Empresários planejam “calote” nos impostos em represália a governadores e prefeitos (veja o vídeo)

A irresponsabilidade de governadores e prefeitos que frearam a economia com a paralisação total do comércio, pode ter uma dura resposta da classe empresarial.

Cresce em todo o país um movimento de boicote aos impostos, principalmente os municipais e estaduais.

Em São Paulo, a Fiesp pediu nesta segunda-feira, 30, ao TJ-SP que obrigue o governo paulista a suspender, por 180 dias, o prazo de pagamento dos tributos estaduais por parte das empresas, em razão da crise do novo coronavírus.

Da mesma forma, em diversos estados do país, a classe empresarial se movimenta nesse sentido.

Um áudio vazado retrata a movimentação de empresários do Rio Grande do Sul e conta o resultado de uma reunião havida em Porto Alegre.

“Empresário nenhum, ninguém vai pagar imposto (...)”, relata a voz de um dos participantes do encontro na capital gaúcha.

E prevê o seguinte:

“Em 60 dias não tem dinheiro pra Justiça, não tem dinheiro pra político, não tem dinheiro pra nada (...)”.

Ouça o áudio:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários