Dono do grupo Becker denuncia conspiração para derrubar Bolsonaro e dá os nomes dos envolvidos (veja o vídeo)

O empresário gaúcho Eleonor Becker, dono de um dos maiores grupos empresariais do país, entre os quais a rede de Lojas Becker, que tem 267 lojas e emprega 4.800 trabalhadores, denunciou uma conspiração política em pleno andamento, destinada a derrubar o presidente Bolsonaro.

“É o governador Eduardo Leite, os governadores de Santa Catarina e do Rio de Janeiro, mais o governador João Doria e esses palhaços dos governadores do Nordeste, que usam o pretexto do vírus chinês para derrubar o governo.”

Eleonor Becker mandou áudio com reclamações ferozes ao governador do Rio Grande do Sul e ao presidente da Assembleia, Ernani Polo.

“Fui até eleitor do Polo, ajudei financeiramente na campanha dele como pessoa física, mas ele nem sequer me telefonou nestes últimos 35 dias de crise sanitária para saber o que eu penso”, acusou.

E acusou:

“Estes são os nossos políticos, que nunca empreenderam nada”.

O grupo Becker reúne oito empresas, inclusive indústria, atividade agrícola e transporte de cargas. O empresário disse que começou o ano com vendas em alta nas 257 lojas, indústria vendendo mais e o agro bombando, mas que os “políticos querem destruir tudo, a começar pelos empregos”.

Ele quer imediata reabertura do comércio e da indústria, ainda que seja com medidas mitigatórias e mantendo idosos e grupos de risco em casa.

Ouça o áudio:

(Texto do jornalista Políbio Braga)

Conheça o blog do autor: Clique aqui

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários