Coronavírus: o medicamento hidroxicloroquina está salvando vidas! (veja o vídeo)

Pode existir cura para o coronavírus! É isso que deveria estar estampado em todos os jornais, mas, infelizmente, parte da grande mídia prefere propagar o caos, em conluio com governadores e políticos oportunistas.

Em entrevista exclusiva para a TV Jornal da Cidade Online, o médico Alexandre Barbosa Andrade fala sobre os benefícios do uso da hidroxicloroquina no combate à COVID-19. Ele é médico especialista pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica, professor de Clínica Médica da Escola de Medicina da UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto) e membro da associação Docentes pela Liberdade. Confira alguns trechos em destaque da entrevista:

“Em 1934, a Bayer criou a cloroquina, a partir de uma plantinha peruana chamada cinchona. A partir do uso dessa medicação, a gente teve o controle da malária em diversos países. Com o decorrer do conhecimento da ciência, viu-se que a tal da cloroquina era capa de controlar sintomas de doenças reumatológicas, pacientes que tinham artrite reumatoide, lúpus... E tem um fator bem interessante: ela é barata. Houve um aumento de preço recente por conta demanda, há um ano o comprimido custava por volta de R$ 1, ou menos. Atualmente a gente não usa a cloroquina, porque teve uma evolução farmacológica para um remédio com baixíssimos efeitos colaterais perante o anterior, a hidroxicloroquina. O tratamento com a hidroxicloroquina pode chegar a R$ 25 reais, enquanto o tratamento com Interferon, dependendo, pode chegar a R$ 800.000.”

“O pesquisador francês Didier Raoult soltou um artigo científico em fevereiro, numa revista conceituada, e trouxe o debate, dizendo: ‘nós conhecemos a hidroxicloroquina e a cloroquina no tratamento para determinadas viroses, nós temos uma saída’. Ele é um pesquisador reconhecido no mundo entre os melhores da infectologia e da virologia. Hoje em dia eu tenho visto políticos e governantes desafiando a ciência, colocando a política acima das pesquisas e da ciência, trazendo uma visão, talvez, pessoal, de opinião individual. O presidente da França está questionando, perseguindo, não quer que Didier tenha voz.”

“O ‘fica em casa’ virou um slogan de políticos no mundo todo, eu fico questionando se o ‘fica em casa’ tem embasamento científico. Os políticos têm que pautar na ciência, tem que ter os técnicos trabalhando ao lado deles, para mostrar se tem ou se não tem evidências científicas para tomar decisões. Eu vejo os políticos tomando algumas decisões... que a medicina, a ciência, a OMS e o mundo não sabem quase nada sobre o coronavírus 19.”

“Parece que no mundo e no Brasil não tem nenhuma outra doença, só coronavírus... pacientes com hipertensão, diabetes, doenças pulmonares, câncer, pacientes que têm doenças crônicas e precisam de seguimento, estão ficando sem assistência. Temos cancelamentos de cirurgias, se ficar sem fazer, pode ter complicação. Estou recebendo muita mensagem de pacientes que têm meu contato, perguntando: ‘Eu não estou conseguindo consulta com meu médico, minha receita acabou, eu vou ficar sem meu remédio? Onde eu vou? Só que a televisão e meu prefeito estão dizendo que não posso sair na rua. Se eu sair na rua, eu vou falecer?’. As pessoas estão começando a acreditar que, se sair na rua, vão falecer. Existem pesquisas que vão começar a sair o resultado mais à frente, que mostram que ficar em casa confinado, como estamos atualmente, vai aumentar o nível de doença mental, suicídio. Crises econômicas trazem suicídio. Realmente, os políticos estão tomando as melhores evidências científicas perante o coronavírus?.”

O presidente executivo da Novartis, Vas Narasimhan, disse que a hidroxicloroquina é a maior esperança contra o novo coronavírus (COVID-19) e prometeu doar 130 milhões doses do remédio. Confira no link:

https://www.gospelprime.com.br/ceo-de-farmaceutica-diz-que-hidroxicloroquina-pode-matar-coronavirus/

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários