Somos cobaias de um macabro experimento social

Vocês não acreditam na ciência. Vocês acreditam em cientistas. É muito diferente.

Não existe validação científica para a quarentena horizontal. É uma medida desesperada, apoiada em pânico disseminado.

Quanto tempo a Itália passou isolada, sem que o número de novos contágios diminuísse?

Qual a idade média dos habitantes da região da Lombardia, a mais afetada pela pandemia?

De qualquer forma, com ou sem quarentena, a curva decairá.

Com o "lock down" imposto pelos governadores, cairemos na falácia lógica "post hoc ergo propter hoc": "depois disso, logo, causado por isso".

Ao contrário do sofisma acima, a hidroxicloroquina tem comprovação laboratorial. Possui efeitos colaterais, obviamente, como qualquer medicação. Mas é segura. Tão segura que, há muitos anos, é ministrada de forma PREVENTIVA para quem vai visitar áreas endêmicas da Malária.

Além disso é amparada em testes que demonstram sua capacidade de paralisar a proliferação do COVID-19, quando ministrada combinada à Azitromicina.

ISSO É CIÊNCIA!

Só no Brasil, entre os pacientes do plano Prevent Senior, todos em idade de risco, já aconteceram mais de 200 altas hospitalares, após a aplicação do tratamento.

Mas é melhor ouvir o cientista convidado do Fantástico, que questiona a eficácia, baseado em um "confiabilíssimo" estudo divulgado pela CHINA, anuncia o apocalipse e diz que o país tem que parar.

É melhor acreditar no "documento vazado" pelo Intercept, que previa quase 6.000 mortos, até amanhã.

Sendo que não chegamos nem a 10% disso, mesmo com a contabilidade criativa dos governadores inflacionando o número de corpos.

O medo é um sentimento essencial e necessário ao Ser Humano. Freud explica.

Enquanto a ciência diz que o vírus é menos ativo em temperaturas mais altas, nos isolamos em pleno outono tropical.

Enquanto a ciência diz que a vitamina D é essencial para a imunidade, nos trancamos em casa e ficamos imunodeprimidos.

Não buscamos a verdade. Buscamos narrativas que validem àquilo que estamos dispostos a acreditar. Mesmo que, assim, nos tornemos cobaias de um macabro experimento social. Cientificamente comprovado.

“Faz-se ciência com fatos, como se faz uma casa com pedras; mas uma acumulação de fatos não é ciência, assim como um monte de pedras não é uma casa.” (POINCARÉ, Henri)

Felipe Fiamenghi

O Brasil não é para amadores.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários