Oportunista, Doria tenta assumir os créditos pelo uso de cloroquina contra o coronavírus (veja o vídeo)

Após o médico, David Uip, desviar-se de perguntas sobre o uso de cloroquina no seu tratamento contra o coronavírus, o governador de São Paulo, João Doria, utilizou-se da situação de forma oportunista, demonstrando um mau-caratismo sem limites.

Nesta quarta-feira, 8, durante entrevista coletiva, Doria saiu em defesa de Uip:

“Respeito à medicina e respeito aos médicos. Nossa guerra não é contra a medicina.[...] Não faz o menor sentido atacar o doutor David Uip”, disse o governador.

Doria ainda acusou o “Gabinete do ódio” de ter atacado Uip, através das redes sociais nesta terça-feira, 7.

Na mesma entrevista o governador de SP, afirmou que foi o médico Uip que sugeriu ao ministro da Saúde,Luiz Henrique Mandetta, a distribuição da cloroquina aos hospitais públicos:

“Foi o médico e infectologista David Uip que sugeriu ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que distribuísse o medicamento na rede pública do país”, exclamou Doria.

Doria, além de oportunista, é um mentiroso juramentado.

Confira:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários