Bolsonaro vira o jogo e Dória atualiza com sucesso as definições do que é passar vergonha (veja o vídeo)

Após semanas sob fogo pesado, Bolsonaro teve um bom dia nesta quarta-feira. O pronunciamento foi ótimo. Isentões tiveram que criticar o passado, porque não encontraram defeito, enquanto petistas colocavam caixas de som nas janelas para fingir que havia um grande panelaço. Cada um com suas prioridades.

Sem precisar lacrar, Bolsonaro deixou claro que sempre esteve ao lado de quem mais precisa e que a culpa da crise é dos governadores e dos prefeitos.

"Respeito a autonomia dos governadores e prefeitos.Muitas medidas, de forma restritiva ou não, são de responsabilidade exclusiva dos mesmos. O Governo Federal não foi consultado sobre sua amplitude ou duração", esclareceu.

Provavelmente, depois de analisar o cenário e perceber que seria complicado bancar um estado de sítio sem muito apoio popular na rua (muita gente ainda tem medo de sair de casa), viu que não restava outra alternativa a não ser deixar a batata da crise assando nas mãos dos Corona Boys.

"As consequências do tratamento não podem ser mais danosas do que a doença. O desemprego também leva à pobreza, à fome, à miséria, enfim, à própria morte. Com esse espírito, instruí meus ministros", ressaltou.

Ele também mostrou os frutos colhidos pelo bom trabalho de relações internacionais com a Índia (que vai fornecer matéria prima para nossa produção de cloroquina), listou as várias medidas do Governo Federal para mitigar os efeitos da crise econômica, desejou uma Sexta-feira Santa de muita reflexão e um feliz domingo de Páscoa.

Enquanto isso, Dória e seu braço direito David Uip, conhecidos com Quarentena e Cloroquina (apelidos dados por Guilherme Fiuza), atualizaram com sucesso as definições do que é passar vergonha.

Confira no vídeo:

Herbert Passos Neto

Jornalista. Analista e ativista político.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários