“A OAB é um braço do PT e da esquerda”, revela advogado que protocolou pedido de estado de defesa (veja o vídeo)

Há poucos dias, o advogado Henrique Quintanilha encabeçou um grupo de causídicos, que protocolou um pedido de estado de defesa, com o objetivo de enfrentar o caos orquestrado com o intuito de destruir o presidente Jair Bolsonaro e afundar o Brasil.

Nesse momento de crise, vemos governadores oportunistas e prefeitos alienados, aproveitando-se da pandemia do vírus chinês para enfraquecer o governo federal, com apoio dos presidentes da Câmara e do Senado e com o silêncio sepulcral da Ordem dos Advogados do Brasil.

Em entrevista exclusiva à TV Jornal da Cidade Online, o advogado Henrique Quintanilha detona a atual gestão da OAB. Segundo Quintanilha, a OAB, cujo presidente atual é Felipe Santa Cruz, não ouve os advogados, nem tampouco presta conta do dinheiro que recebe: por ano, mais de 1 bilhão de reais.

“Já se pediu a prestação de conta da OAB pelo Tribunal de Contas da União. Rosa Weber deu uma liminar a favor da OAB, dizendo que não é para prestar conta ao Tribunal de Contas da União. Esse processo está parado lá. O último orçamento que a gente tem conhecimento, a OAB teve um 1 bilhão e 300 milhões arrecadados em um ano no Brasil inteiro. E por que esse valor é tão grande? Por que temos quase 1 milhão e 200 mil advogados no Brasil, se abriu faculdade de tudo que é jeito, e a OAB recebe esses advogados, passam no exame da OAB, cada advogado vale para eles uma anuidade, e a anuidade varia, é em média R$ 1 mil por ano – em média, mais alta do que do Conselho Federal de Medicina.”

Veja o vídeo com a entrevista completa:

Quem é Felipe Santa Cruz, o atual presidente da OAB:

Vale lembrar que Felipe Santa Cruz, presidente da OAB, ofendeu em 2019 a advogada Flavia Ferronato nas redes sociais, chamando-a de ‘puta’. Ele não foi punido. Também em 2019, Santa Cruz atacou o ministro Sérgio Moro, dizendo que ele era “chefe de quadrilha”. O Ministério Público Federal apresentou denúncia contra o presidente da OAB, pedindo o afastamento dele do cargo, mas, como se vê, nada aconteceu.

Sobrou também para os eleitores de Bolsonaro. Santa Cruz disse que eles têm “desvio de caráter” e está sendo processado por calúnia e difamação. Ele admitiu que era militante e que não ia se retratar. Não é difícil entender a militância. Ele é filho de Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira, que fazia parte da Ação Popular Marxista-Leninista (APML).

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários