Japão joga pesado e incentiva empresas a deixarem a China

Escancaradamente o governo japonês está incentivando as empresas japonesas a deixarem a China, reposicionando a produção em outros países.

De imediato estão sendo gastos 2,2 bilhões de dólares, com esse objetivo.

A intenção é reduzir radicalmente a dependência para a China.

A atitude obviamente visa proteger a soberania japonesa e é apoiada integralmente no país.

O sinal de alerta foi ligado com a sensível queda das exportações chinesas, em função da pandemia.

Curiosamente, no Japão não apareceu nenhum político medíocre para pedir desculpas para a China.

Nem tampouco o embaixador chinês no Japão se colocou a esbravejar e fazer ameaças.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários