O intrigante adiamento do "pico" da pandemia

Na linguagem da criminalidade esquerdista, "pico da pandemia" significa "quando conseguirmos quebrar o país e derrubar Bolsonaro".

É por isso que as criminalidades estaduais e municipais ficam sempre jogando para a próxima quinzena esse tal "pico".

Resumidamente, as reuniões de governadores e prefeitos com suas equipes têm esse tom: "O governo federal ainda está muito forte. Bolsonaro precisa sangrar mais. Anuncie que o pico da pandemia só será daqui a um mês".

Marco Frenette. Jornalista e escritor.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários