Bigolin, empresa tradicionalíssima, pode não superar crise

A crise parece que bateu com força na porta da mais tradicional loja de materiais de construção de Campo Grande (MS).


Líder no mercado há quase trinta anos, a Bigolin parece não ter mais forças para resistir à crise que se abateu sobre o outrora poderoso grupo empresarial.

Segundo alguns funcionários ouvidos pela reportagem do Jornal da Cidade, a Bigolin não está mais conseguindo honrar com pontualidade sua folha de pagamento.

Algumas lojas da rede simplesmente não estão mais abrindo suas portas.

O grupo tem 500 funcionários, seis lojas em Campo Grande e um centro de distribuição. E filiais em Dourados e Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, e em Andradina, Ilha Solteira e Bauru, no estado de São Paulo.

Tudo indica que dificilmente conseguirá se recuperar do estrondoso abalo financeiro ora vivido pelo grupo.

Uma pena, mais uma grande empresa com histórico de sucesso, que parece não mais ter forças para resistir a uma economia perversa e traiçoeira.

da Redação

                                       https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Economia