Trump corta a grana e pode dar duro golpe na OMS

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, determinou nesta terça-feira (14), a imediata suspensão de todos os repasses de verbas para a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A medida, porém, ainda não é definitiva.

A princípio a “suspensão” tem a justificativa de “revisão”.

Entretanto, há algum tempo o presidente americano vem tecendo duras críticas a atuação da OMS.

Para Trump, por alguma razão ainda não explicada, a organização tem suas ações muito centradas na China.

Ao determinar a suspensão dos repasses, Trump declarou o seguinte:

“Temos profundas preocupações sobre se a generosidade dos EUA está sendo aproveitada da melhor maneira possível”.

Trump ainda acusa a OMS de ter “falhado em suas obrigações básicas” diante da pandemia do novo coronavírus.

“A OMS difundiu a desinformação da China sobre o vírus”, disse Trump na coletiva.

Se o corte de verbas americano vier a ser definitivo, a OMS vai fatalmente se transformar em um esqueleto inútil, sem condições de se manter.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários