A escancarada farsa chinesa: o inadmissível "erro" na contagem de mortos (veja o vídeo)

A China revelou recentemente que o número de mortos, pelo Covid-19 no país, havia sido incorretamente contabilizado e elevou para 4.632 o total de vítimas fatais.

O governo chinês afirmou ainda que não houve falta de transparência, mas falhas na contagem.

Vamos lá; então o governo ditatorial comunista chinês “esqueceu” de contar 1290 mortos e espera que acreditemos nos novos números.

Com quem Pequim acredita estar lidando?

Imaginam, provavelmente, que somos tão fáceis de enganar quanto sua população, que há décadas é doutrinada e oprimida.

Iludem com tanta frequência sua gente que acreditam poder fazê-lo com outras nações.

No ocidente médicos e jornalistas não são presos ou desaparecem quando tentam alertar para um risco à saúde pública.

Não é tão fácil iludir povos livres habituados a liberdade de pensamento e expressão.

Talvez jamais saibamos os números reais da epidemia na China.

O que sabemos é que a tragédia poderia ter sido muito menor se o povo chinês fosse livre para se expressar.

Veja o vídeo:

Alan Sant’Anna

Alan Sant’Anna é palestrante, consultor e escritor. Através de sua empresa CONEXÃO CONSULTORIA EMPRESARIAL já realizou mais de 1.850 palestras e cursos em 90 cidades brasileiras e mais de 100.000 pessoas participaram de seus treinamentos. Alan Sant’Anna é também colaborador de jornais e revistas com mais de 63 artigos publicados e autor de quatro livros: A Equação do Sucesso, Disciplina o Caminho da Vitória, Equilíbrio para uma Vida Melhor e Tempo e Sucesso.

Comentários