Diretor da OMS esclarece: “Fique em Casa não deve ser às custas de direitos humanos” (veja o vídeo)

Finalmente a Organização Mundial da Saúde (OMS) resolveu esclarecer definitivamente, o que realmente significa a orientação para que as pessoas ‘fiquem em casa’, a fim de não permitir que o coronavírus se dissemine com mais rapidez.

Em pronunciamento esta semana, Tedros Adhanom, disse o seguinte:

“Em países com uma grande população pobre, as ordens para ficar em casa e outras restrições, usadas em alguns países de renda alta, podem não ser práticas”.

E, na sequência questionou:

“Como você sobrevive a um ‘lockdown’, quando depende de seu trabalho diário para comer?”

E, mesmo no caso de países onde forem adotadas medidas que garantam o “fique em casa”, elas não devem ser usadas às custas dos direitos humanos, explicou Tedros.

O discurso do diretor da OMS, demonstra com clareza que medidas arbitrárias de governadores e prefeitos estão totalmente equivocadas.

Atentados aos direitos humanos estão sendo cometidos em diversos lugares do país, inclusive com a prisão de pessoas.

Veja o vídeo:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários