A carta de Sérgio Moro que Dias Toffoli ignorou

Sérgio Moro enviou carta ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, alertando sobre ‘alguns presos de elevada periculosidade’ que estariam sendo postos em liberdade a partir de resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Toffoli não leu ou simplesmente ignorou a missiva do ministro.

O resultado tem sido catastrófico.

Bandidos de alta periculosidade foram soltos.

Na segunda-feira o líder do PCC no Paraná, o narcotraficante Valacir de Alencar, foi beneficiado com o regime de prisão domiciliar. Ao deixar a cadeia, rompeu a tornozeleira e desapareceu.

Casos como esse devem se amontoar. Moro avisou.

E agora, de quem é a responsabilidade?

Eis o documento enviado por Moro a Toffoli:

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários