Carta aberta ao Gabinete do Ódio

Ao Digníssimo Coordenador do Gabinete do Ódio da Presidência da República:

Venho, por meio desta, informar que, apesar das constantes acusações de que eu trabalho sob as ordens do Órgão supracitado e ciente das declarações da deputada Joice Hasselmann, que afirma o valor de R$20.000,00 (Vinte Mil Reais) por cada postagem em favor do presidente, ainda não recebi nenhuma parte do meu pagamento.

Considerando a moral ilibada e o compromisso com a verdade da nobre parlamentar, bem como dos demais denunciantes da existência de tal Órgão, como Rede Globo, Folha de São Paulo, Deputado Alexandre Frota e Senador Randolfe Rodrigues, só me resta acreditar que estou sendo vítima de desvios.

Sendo assim, peço a gentileza de entrarem em contato para a atualização dos meus dados bancários, a fim de normalizar a questão do recebimento.

Atenciosamente,

Felipe Fiamenghi, 28/04/2020

Felipe Fiamenghi

O Brasil não é para amadores.

Comentários