Já estamos em uma grave crise institucional...

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje que foi uma atitude política de Alexandre de Moraes que "desautorizou um presidente da República com uma canetada", por ter nomeado um amigo como Diretor da Polícia Federal; sendo que o próprio Alexandre só chegou ao cargo de ministro do STF por ser amigo de Michel Temer.

Lembrou também, da interferência do judiciário no caso Sérgio Camargo, (o qual elogiou com entusiasmo pela segunda vez nesta semana, para desespero de Dona Regina Duarte que o vê como "um problema") e deixou claro que a AGU irá recorrer da decisão contra Ramagem.

É evidente que já há uma grave crise institucional, onde Câmara, Senado e STF decidiram neutralizar todas as decisões do poder executivo para impedir o mandato de um presidente eleito pela maioria do povo.

Tenho vontade de rir quando ouço esses mesmos sabotadores falando em "democracia".

Ser democrático é aceitar a decisão da maioria, mesmo que você a deteste.

Raquel Brugnera

Pós Graduando em Comunicação Eleitoral, Estratégia e Marketing Político - Universidade Estácio de Sá - RJ.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários