assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Era uma vez um presidente que foi eleito para limpar seu país....

Ler na área do assinante

Mas, infelizmente, seu povo ainda não havia entendido a importância de votar para cargos do chiqueiro....

Elegeu uma classe que só se mexe se seus interesses pessoais forem contemplados...

Caso contrário o presidente seria colocado para fora já no seu primeiro ano de mandato....

O presidente precisava que seus aliados mostrassem força para que o preço a ser pago a esses interesseiros fosse o mais baixo possível...

Designou uma porquinha para conversar com o porquinho chileno, que comandava o maior chiqueiro do país...

Conversa vai, conversa vem.... a porquinha foi convencida que não podia ser burra e que deveria se aliar a ele... já que junto com o presidente não sobraria nada pra ela!

A porquinha continuou com seu jeito sorrateiro e manipulador e conseguiu convencer o presidente a fazer algumas concessões em prol da governabilidade.

Mas logo a porquinha foi desmascarada e jogada para escanteio....

O presidente resolveu então negociar diretamente com o porco chileno.

O porco chileno então resolveu juntar a porquinha, o lobo com pele de cordeiro que usava suéter rosa, a porquinho fruta, o grupo de porquinhos livres liderado pelo porquinho japonês para, juntos, chantagearem o governo e terem o que querem....

Nesse meio eles conseguiram também convencer o porquinho presidente de uma das casas do enorme chiqueiro... a casa mais limpinha.

Ao ser chantageado, o presidente do país fictício acabou fazendo algumas concessões para que seu país pudesse sair do buraco que os porquinhos vermelhos cavaram...

Porque, se tem uma coisa que porcos não se preocupam, é com o povo!

Mas os porquinhos começaram a se unir cada vez mais e encurralaram o presidente.

O presidente bateu o pé e resolveu não negociar mais nada com o chiqueiro.

Só que as eleições estavam chegando e os porquinhos das cidades estavam desesperados por dinheiro....

De repente um vírus fabricado chegou no reino...

Os porquinhos correram para fechar seus territórios e matar seu povo de fome....

Estratégia genial para cobrar do presidente o dinheiro que precisavam...

Dentro do chiqueiro principal manobraram para que o presidente ficasse acuado e precisasse ceder...

Mas, como em todo plano que parecia perfeito e em como todo ambiente sujo, sempre tem os traíras...

O porquinho da cara mais limpinha percebeu que os porquinhos que comandavam o plano, não estavam querendo dividir os ganhos....

Esse porquinho foi visto pelos corredores do chiqueiro quase esganando o porquinho chileno...

Dizem que o chileno chorou como criança....

Foi aí que esse porquinho, conhecido com Lumbre, resolveu conversar com o presidente.

Com ele os termos eram outros...

As concessões menores...

E de quebra, era seu chiqueiro que decidiria o futuro do caixa do governo ao socorro dos porquinhos estaduais....

E foi aí que a porca torceu o rabo...

Em uma jogada de mestre, o presidente tirou o dinheiro e o poder dos principais porquinhos do país....

E está desmascarando porquinho por porquinho para mostrar a trama perversa que essa turma estava armando, com o único interesse em engordar seus focinhos....

E mostrar que, para eles, o povo só é mais um inimigo....

(Aviso: essa é uma ficção... qualquer semelhança com a realidade será mera coincidência).

Flavia Ferronato. Advogada. Coodenadora Nacional do Movimento Advogados do Brasil.

assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários