O presidente democraticamente eleito está sendo impedido de governar

Ler na área do assinante

Um presidente "racista", mas que tem diversos amigos afrodescendentes e, inclusive, ajudou eleger um deles como o mais votado de seu Estado.

Um presidente "machista" que casou com uma mãe solteira e assumiu o filho; tem em seu ministério mulheres; e luta diariamente para aumentar as penas de crimes contra mulheres.

Um presidente "fascista" que respeita a Constituição; é massacrado pelas mentiras da imprensa, e ainda assim a mantem livre; é proibido de atuar, pois judiciário e legislativo "mandam" mais que o executivo, mas ainda assim os respeita; e até o presente momento, não criou nenhuma lei ou decreto que ataque a liberdade individual de cada cidadão.

Hoje, às 14 horas, o ex-ministro chantagista irá depor, para um amigo PESSOAL, contra o presidente, para que o mesmo seja impedido de governar, a mando de um possível golpe arquitetado pelo STF.

Sinceramente?

Que caia logo e nem deixem Mourão assumir.

Façam novas eleições, burlem as urnas e deem logo a vitória para Ciro, Andrade ou qualquer outro vigarista.

Assim o Brasil volta a ser o que era e a imprensa para de encher o saco.

Assim os idiotas se calam e voltam a postar nas redes sociais, apenas suas opiniões sobre futebol, novela, BBB e música ruim.

Que o novo presidente não dê entrevistas diárias, não se importe com a opinião da população e continue o legado de FHC, Lula e Dilma. Pode acreditar que o Brasil suporta.

Que voltem logo os escandâlos de corrupção permitida, assim como a grande farra dos cartões corporativos.

Que amigos e afilhados políticos, sem NENHUMA qualidade técnica, invadam os altos cargos de estatais e que volte assim a reinar mensalões, petrolões e tudo que a mídia aprova e o povo descolado finge que não existe, afinal assim fica tudo bem.

E se acabar o dinheiro????

Oras, é só mandar imprimir mais.

Não tem risco algum de inflação.

Amoedo, especulador financeiro, e possível ministro, garante.

Para que reduzir o número de homicídios e criminalidade? Vamos voltar à liderança do horror. Ninguém se importa e o STF fica feliz.

Europa e EUA são capitalistas cruéis e não merecem nossa confiança. Vamos apoiar a China, nossa grande parceira, e voltar a injetar dinheiro público em toda e qualquer ditadura de republiquetas.

Vamos encher de dinheiro as ONGs e o bolso de artistas da MPB, que assim voltam a compor suas merdas supravalorizadas e manter suas viagens pelo mundo às custas do governo. O Instagram precisa destas imagens.

Quanto às TV e jornais, especialmente Globo, o novo presidente tem de gastar em publicidade os bilhões da Saúde, para assim manter os altos salários de apresentadores que fingem se importar com o estúpido povo que acredita neles.

Acabou o dinheiro?

Amoedo garante, eu já disse: é só imprimir mais. Vamos deixar a mídia feliz e amiga de nosso novo presidente.

O MST precisa voltar a invadir terras sem intervenção da polícia, assim como os sindicatos necessitam cobrar parcelas mensais do trabalhador para financiar o luxo de seus dirigentes. Parem de incomoda-los.

O BNDES tem de voltar a emprestar dinheiro para países "amigos" e empresas "bacanas", sem cobrar juros e sem nenhuma garantia de pagamento.

Dinheiro não falta, mas se acabar, já sabem: é só imprimir mais e mais notas!

Precisamos voltar a ter 29 ministérios, cada um dedicado a um partido, para que escolham seus ministros tranquilmente.

A polícia precisa de novos comandos para que a apreensão de drogas diminua, assim como a repressão ao crime, pois precisamos de paz, não de guerras contra facções.

O possível e hipotético ministro da justiça e segurança, Freixo, garante que este é o caminho.

O novo presidente precisa saber "dialogar" com Senado e Congresso, não negando nenhum benefício a este grupo de nobres trabalhadores que só querem o bem do Brasil.

Merecem aumento de salário, aumento de assessores, vantagens, auxílios, não devemos barra-los, pois estão lutando pelo Brasil.

Se acabar o dinheiro, é só imprimir, poxa!

Quanto à educação, esta não precisa de nada. É só manter os reitores do PSOL, a UNE do PCdoB e o Sagrado Método Paulo Freire.

Nossos últimos lugares no ranking mundial devem ser mantidos.

Ahhhh, que futuro grandioso.

Que venha Ciro, ou que venha o Andrade, o Brasil precisa voltar a ser Brasil.

Publicado originalmente na página Toca do Lobo

Visite a página Toca do Lobo: Clique Aqui

da Redação
Ler comentários e comentar