assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Sai a primeira pesquisa para eleições 2022, após demissão de Sérgio Moro

Ler na área do assinante

As pesquisas do Instituto Datafolha e do Ibope estão totalmente desacreditadas. O Vox Populi então, nem se fala, virou um instrumento de manipulação a serviço do PT.

Porém, pelo menos um instituto no país, por enquanto, ainda mantém uma certa respeitabilidade. O Instituto Paraná.

E é justamente do Instituto Paraná a primeira pesquisa de opinião pública, após o episódio de demissão de Sérgio Moro.

Assim, em sendo do Instituto Paraná, vale a pena ver os números.

O resultado é aterrorizante para o establishment.

Nos três cenários simulados pelos pesquisadores, Jair Bolsonaro detém a liderança.

Bolsonaro fica a frente de nomes como o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, do PT, de governadores como João Doria (PSDB), de São Paulo, e Wilson Witzel (PSC), do Rio, além do ex-ministro da Segurança, Sergio Moro.

A pesquisa foi realizada em todos os estados do país entre os dias 27 e 29 de abril. Foram ouvidas 2.006 pessoas. A margem de confiança é de 95%, e a margem de erro de aproximadamente 2% para mais ou para menos.

No primeiro cenário, Bolsonaro teria 27% das intenções contra 18,1% de Moro.
No segundo, considerando uma hipotética candidatura de Lula, que hoje não poderia concorrer em razão de condenações na Justiça, o presidente teria 26,3% dos votos contra 23,1% do petista.
E na terceira situação, Bolsonaro obteria o maior percentual de votos, 29,1%, a frente de nomes como Haddad (15,4%), Ciro Gomes (11,1%), Luciano Huck (8,1%) e do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (6,8%).
da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários