Após nomeação de novo diretor da PF, Freixo entra em desespero e dá "chiliques" na web

A grande volta que o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, deu no Supremo Tribunal Federal (STF) nomeando Rolando Alexandre, o braço-direito de Alexandre Ramagem, ao cargo de diretor-geral da Polícia Federal (PF), parece ter colocado a extrema esquerda em desespero.

O parlamentar psolista, Marcelo Freixo, deu ‘chiliques’ nas redes sociais, após ficar sabendo da jogada de mestre feita por Bolsonaro.

Freixo fez uma publicação ‘urgente’ para informar a nomeação.

“Urgente! Bolsonaro acaba de nomear o braço direito de Alexandre Ramagem para o comando da PF. O presidente segue com seus ataques para tentar transformar a corporação numa polícia a serviço de sua família”, escreveu o deputado.

Logo em seguida, em outra publicação o psolista Freixo não citou nomes, mas escancarou o seu ‘temor’, pois afirmou que será preciso ter ‘sabedoria’ e ‘coragem’ para o que virá.

“Tem um mundo que se desfez, um cotidiano, relações e saudades. Não volta mais! Vamos precisar de muita sabedoria e coragem para o que virá”, disse Freixo.

O que tanto teme Marcelo Freixo e sua corja?

Confira:

da Redação

Comentários