Carta ao presidente: "O que mata não é o veneno da cobra, mas, persegui-la, pois isso conduz o veneno até o coração"

Prezado Presidente,

Por ocasião das eleições de 2018, depois de muito analisar, decidi na véspera, votar no candidato Jair Messias Bolsonaro.

Entendi que era o candidato perfeito para o momento que estávamos vivendo.

Combativo, reativo, destemido, maluco beleza.

Afinal, só sendo maluco para enfrentar uma esquerda que reinava soberana no poder.

Que outro candidato se encaixava no perfil?

Entretanto, o que me ajudou na decisão de apoiá-lo foi um traço da sua personalidade, quase em extinção entre os políticos: a autenticidade. Mal sabíamos que a franqueza aliada à verdade seria o seu maior calvário.

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará!” (João 8,32).

Quem lhe disse, oh ingênuo, que mundo quer a verdade?

Quem lhe disse que o povo quer se libertar?

Você acha mesmo que a classe política quer a verdade?

Não por acaso, instalou-se em todas as mídias, uma fábrica de mentiras, as fake News.

Tiveram tanto medo da verdade, que atentaram contra a sua vida. Não foi o bastante para tirá-lo de circulação.

Apesar de tudo, foi eleito, sabemos, em primeiro turno, mas, precisou ficar de "segunda época", para passar na prova e ocupar o cargo máximo da República Federativa do Brasil, hoje, nosso Presidente.

Desde a sua posse, usaram de inúmeros meios ardilosos para tomar-lhe o poder. Eles prometeram: tomar-lhe o poder! Lembra-se?

A oposição conseguiu arrebanhar uma parte dos políticos, seus antigos aliados, parte da câmara, do senado e até do STF.

A verdade é que a oposição nunca aceitou a sua eleição.

Buscaram fazer de aliados a maior parte das mídias televisivas e dos jornais.

Promoveram assassinato de sua reputação e da sua família; xingamentos e a mais profunda falta de respeito, jamais vista a um chefe de Estado.

Todos nós, seus eleitores, estamos resistindo, com passeatas nas ruas, panelaços, musical nas janelas, e muito apoio nas redes sociais.

Entretanto, um fato novo ocorreu após o seu pronunciamento sobre o coronavírus; algo muito sério e grave: um grupo de pessoas que se diziam seus apoiadores mudou de opinião, caiu na estratégia sinistra, em que politizaram o corona vírus, para imputar-lhe o título de "genocida" e com isso, tentar o impeachment, que há um ano estão buscando.

De modo que, senhor presidente, com a debandada de alguns aliados seus; com os prefeitos e governadores tocando o terror, para usar as estratégias da velha política, a qual o povo ainda é dependente, usam da fragilidade e da ociosidade do povo confinado em casa, para prometer resguardar-lhes o seu bem maior: a vida!

Imagine o que as pessoas não fariam para quem salvou-lhes a vida?

Presidente, sei do seu respeito e lealdade pelo povo, por isso, demonstro aqui a minha preocupação.

A munição agora está claramente vindo do seu lado, de alguns aliados. Temo de fato, que os seus soldados, assim como no câncer, não o reconheçam mais como célula saudável e venha a atacá-lo.

Então, senhor presidente, precisa reforçar o seu sistema imunológico, e impedir que novas células se rebelem, pois, seria muito triste, depois de tudo o que vivemos, perceber que a esquerda não precisou fazer nada além de usar os seus próprios aliados, colocando-os uns contra os outros, dividindo as mulheres e os homens, para assim, conseguir seu intento: tomar o poder!

Respeitosamente, faço algumas considerações, que o ajudarão a ser o melhor presidente que esse Pais já teve:

Precisa, primeiramente deixar de ser reativo. Pois, não é a mordida da cobra que causa o dano mais sério, mas sim persegui-la, pois isso conduz o veneno até o coração.

Deixar de dar munição para os seus opositores, cada palavra mal dita torna-se maldita, e lhe rende dias de desgosto e prejuízos.

A oposição sempre teve material abundante para desgastar a sua imagem.

Quando for para uma coletiva, evite atacar ou contra-atacar quem quer que seja. Esse é um momento que todos esperam ouvir uma palavra boa e de esperança. Deixe para os Youtubers fazer esse trabalho e depois, posta nas suas mídias e ajuda a ganhar likes pra eles.

Não seja tão submisso ao povo. Muitas vezes, o povo espera de vossa excelência o Presidente, atitudes firmes e assertivas.

Presidente, sabemos que existe um golpe em curso para derrubá-lo. Muita gente ainda não hesitará em trair-lhe por quem oferecer mais. Mas, há muita gente fiel, que o acompanha pelas redes sociais, que torce, que chora, que vibra, que ora, e, que quer muito que se proteja dos lobos vestidos em pele de cordeiro.

Não subestime o inimigo.

Mas, gaste a sua energia com os seus aliados.

Deve ter cuidado com a sua saúde integral: corpo, mente, espirito.

O fator emocional é a fonte do equilíbrio entre corpo e alma.

Faça um curso de neurolinguística, com um coaching como por exemplo, o Tony Robbins, que vai melhorar a sua comunicação e controle.

A vitória pessoal é a base do sucesso!

Bernadete Freire Campos

Psicóloga com Experiência de mais de 30 anos na prática de Psicologia Clinica, com especialidades em psicopedagogia, Avaliação Psicológica, Programação Neurolinguística; Hipnose Clínica; Hipnose Hospitalar ; Hipnose Estratégica; Hipnose Educativa ; Hipnose Ericksoniana; Regressão, etc. Destaque para hipnose para vestibulares e concursos.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários