Já vai tarde...

No momento em que o ministro dos embargos infringentes, Celso de Mello, de forma arrogante, petulante, grosseira ofende alguns generais honrados e cumpridores de seus deveres, ao ameaça-los, desnecessária e preventivamente com a condução “embaixo de varas”, não posso calar-me passivamente.

O melhor que posso fazer para retrucar a boçalidade deste membro da Facção-Pró-Crime do STF, corresponsável pela soltura de Lula, José Dirceu e um lote de grandes corruptos que se locupletaram com o dinheiro dos trabalhadores é reproduzir artigo que sobre ele já publiquei:

https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/14028/o-ministro-dos-embargos-infringentes

Em 1º de novembro este senhor sai da vida nacional. Sua “contribuição” ao Direito pátrio deve ser revista o quanto antes para o bem da moralidade pública neste país.

Já sai muito tarde.

José J. de Espíndola

Engenheiro Mecânico pela UFRGS. Mestre em Ciências em Engenharia pela PUC-Rio. Doutor (Ph.D.) pelo Institute of Sound and Vibration Research (ISVR) da Universidade de Southampton, Inglaterra. Doutor Honoris Causa da UFPR. Membro Emérito do Comitê de Dinâmica da ABCM. Detentor do Prêmio Engenharia Mecânica Brasileira da ABCM. Detentor da Medalha de Reconhecimento da UFSC por Ação Pioneira na Construção da Pós-graduação. Detentor da Medalha João David Ferreira Lima, concedida pela Câmara Municipal de Florianópolis. Criador da área de Vibrações e Acústica do Programa de Pós-Graduação em engenharia Mecânica. Idealizador e criador do LVA, Laboratório de Vibrações e Acústica da UFSC. Professor Titular da UFSC, Departamento de Engenharia Mecânica, aposentado.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários