Negros de direita, racismo e o silêncio dos tais 'movimentos' defensores das minorias

Quando um negro que trabalha no governo de direita, aceita um convite de almoço do Presidente da República, é comparado à cadela preta de Putin.

Quando um negro se transforma no deputado mais votado do Rio de Janeiro, é comparado ao cão preto que aparece numa foto, atrás de Hitler.

Mas isso não é racismo, né?

Brancos comparando negros que chegaram no patamar de governo, com animais, é normal para o movimento de negros de esquerda?

Para os coletivos contra racismo, é super natural uma comparação dessas?

Dois pesos e duas medidas... poderia ser QUALQUER NEGRO lá, é errado e pronto!

Mas como é um negro de direita, é melhor fingir que não viu...

Raquel Brugnera

Pós Graduando em Comunicação Eleitoral, Estratégia e Marketing Político - Universidade Estácio de Sá - RJ.

Comentários