Doria experimenta de seu próprio veneno e é processado por não usar máscara

O governador de São Paulo, João Doria Júnior, está sendo processado por uma advogada, por ter contrariado um decreto que ele próprio assinou.

Durante uma entrevista coletiva realizada no dia 11 de maio no Palácio dos Bandeirantes, o governador não fez uso de máscara.

Tal atitude desobedecia flagrantemente ao tal decreto.

Diante disso, a advogada Patricia Ferreira Basseto de Castro não perdeu tempo e acionou judicialmente o pequeno ditador paulista.

A ação proposta pede que Doria seja condenado por improbidade administrativa, além de arcar com a multa estabelecida em seu próprio decreto.

O fato, por si só, independente de qualquer multa ou condenação, representa mais um abalo moral que sofre o combalido governador paulista.

Doria literalmente apodrece.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários