assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

O medo de reconhecer a existência da MÁFIA

Ler na área do assinante

Há no Brasil uma evidente estrutura mafiosa inserida no estado brasileiro. Devido a um esforço descomunal para não ver o óbvio e permanecer na cegueira, essa estrutura mafiosa é tratada como "instituições democráticas" dentro de um "estado de direito".

Não só a existência dessa máfia é conhecida por todos os brasileiros minimamente informados, como também são conhecidos seus integrantes.

Por exemplo, todos sabem quem mandou matar Bolsonaro, quem mandou matar Celso Daniel e o Toninho, prefeito de Campinas; assim como todos também sabem quem mandou matar os diretores do Bancoop.

Se algum dia esses mandantes forem descobertos pela justiça, os nomes que virão a público não causarão surpresa em ninguém. Será apenas, e finalmente, a comprovação do óbvio por meio de uma ação penal.

A estrutura da Máfia também é conhecida por todos. Ela envolve um grupo de juízes, um grupo de políticos, um grupo de jornalistas e um grupo de narcotraficantes, tudo organizado e chefiado por integrantes de quatro partidos políticos.

Qualquer brasileiro alfabetizado e sem traços de retardamento mental é capaz de preencher esses grupos com os nomes dos criminosos correspondentes. Ao fim do preenchimento, talvez erre apenas um ou dois nomes.

O Brasil jamais se tornará uma civilização se não enfrentar e vencer a criminalidade esquerdista.

Marco Frenette

assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários