Extrema-imprensa, sempre previsível, agora vai usar Teich para desgastar o presidente

Agora todos aqueles que o trataram como incompetente e subserviente a Bolsonaro quando foi nomeado, irão agraciá-lo com elogios à sua capacidade técnica e relatar como seu comprometimento com a "Ciência" o tornava incompatível com seu chefe.

Em resumo, Teich será usado para desgastar o Presidente e depois será descartado. São os mesmos críticos que esperam que o Brasil imploda apenas para que tenham material contra Bolsonaro.

Teich não era ruim, simplesmente não aguentou a pressão do momento.

Resolver uma crise agravada pela irresponsabilidade dos governadores que permitiram o Carnaval e pela adoção do modelo de Quarentena radical (onde as mortes são poucas no início, mas só aumentam com o passar do tempo), não é pra qualquer um.

Some -se isso aos ataques injustos e constantes dos mercadores do caos na imprensa e o resultado é uma posição extremamente difícil de assumir e manter.

A verdade é que o vírus irá seguir seu curso no Brasil e a imprensa não deixará de ser injusta.

O próximo ocupante precisará saber lidar com isso.

Frederico Rodrigues

Analista Político e Membro da Direita Goiás.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários