A tática suicida de alguns jornalistas e do MBL

Vejo que tem gente estranhando o comportamento de alguns jornalistas e movimentos como o MBL.

Beira ao desespero e à loucura....

Calma que nada é por acaso!

A intenção é tentar derrubar um governo que eles não tiveram espaço...

Não ganharam uma boquinha...

Eles são porta-vozes da turma que quer ganhar no tapetão de qualquer jeito.

Ahhh, mas eles só estão perdendo seguidores porque não acertam uma!!

Quem conhece um pouco de estratégia de guerra sabe que uma das táticas mais usadas é a ofensiva suicida, onde parte da tropa avança na tropa inimiga matando o maior número de oponentes, mesmo que isso custe sua vida...

Essa é a tática usada...

Eles estão atacando, tentando derrubar o máximo da base governista, para abrir caminho para seus aliados, mesmo que isso cause o seu fim...

Mas, para eles, que vivem em uma bolha e não têm idéia do que acontece no mundo, o fim não existe...

Basta criar um novo movimento, um novo canal de notícias, com carinhas novas que está tudo certo...

O que eles não entenderam é que, após as redes sociais, a memória curta do povo brasileiro mudou um pouco!

Roupinha nova, plástica e mudança de corte de cabelo não enganam mais...

E mais: seus aliados, aqueles que pediram para eles formarem a tropa de frente e atacarem o inimigo, não são de confiança...

Eles são inimigos de roupa nova, que conseguiram enganar aqueles que se achavam espertos...

Porque tem uma coisa que aprendi na vida: se alguém do mercado financeiro te indicar ações que você ganhará muito dinheiro, desconfie! Porque se fosse pra ganhar dinheiro, ele mesmo compraria!!

Na política também funciona assim...

Flavia Ferronato. Advogada. Coordenadora Nacional do Movimento Advogados do Brasil.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários