Mandetta, sem cargo, perde a linha e ofende seguidores na web: “Obesidade mata mais”

Em frente às câmeras é sempre bonito ver políticos com seus discursos prontos, usando uma linguagem coloquial, culta e muito educada.

Caso do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Entretanto, a verdadeira pessoa está sempre ocultada do público, muitas vezes escondida por trás de suas redes sociais, onde proferem ofensas e ataques a seguidores que discordem de suas opiniões.

Pois bem, este é - realmente - o próprio Mandetta.

Recentemente, com a saída de Nelson Teich do Ministério da Saúde, Mandetta aproveitou-se da oportunidade e em suas redes sociais, escreveu:

“Oremos. Força SUS. Ciência. Paciência. Fé!”

Não demorou muito para o ex-ministro seu criticado por seu oportunismo.

“Mandetta você não faz nada. Só fica de blá blá blá. Tudo que você fala já estamos cansado de saber”, escreveu um internauta.

O ex-ministro, por sua vez, foi direto e ofensivo:

“Então pratique.”

Confira:

Mas o pior aconteceu em seguida, pois dois internautas escreveram os seguintes dizeres:

“Fiquem em casa e morram de fome.”

Mandetta, comentou de forma sórdida e preconceituosa:

“Álcool também mata”, disparou contra um rapaz, que em seu perfil tem uma foto tomando cerveja com a sua família.

E prosseguiu:

“Obesidade mata mais”, atacou, ofendendo uma internauta aparentemente obesa.

Confira:

Os comentários revelam o caráter e os traços obscuros do ex-ministro, coisa que ele soube esconder muito bem atrás das câmeras.

da Redação

Comentários