Fim do 'cafezinho' expõe calotes de Nelsinho Trad

Nelsinho Trad, aquele que brindou o cunhado com a espúria concessão da coleta do lixo em Campo Grande, numa licitação feita 'nas coxas', direcionada e de 'cartas marcadas', ocupou ininterruptamente mandatos eletivos desde 1992, quando foi eleito vereador em Campo Grande. Depois foi deputado estadual e prefeito por dois mandatos.

Na sequência, sem mandato e sem café, ao melhor 'cafezinho', Nelsinho dedicou-se a sabotar a gestão de seu sucessor e a tramar o golpe para cassá-lo. Conseguiu êxito, colocando em seu lugar a figura mais esdrúxula, inconsequente e incompetente que já passou por estas bandas. Com Olarte, Nelsinho voltou a saborear o 'cafezinho'.
Felizmente, a Justiça restituiu o mandato ao prefeito eleito em 2012 e desde 25 de agosto de 2015 a 'mamata' acabou.
Assim, sem mandato e sem uma fonte de renda fácil, o ex-prefeito, não obstante hoje ser um homem extremamente rico, está deixando sobrevir a imagem de 'caloteiro', pelo menos é assim que vem sendo tratado nas redes sociais, em razão de compromissos particulares assumidos que não está cumprindo. Um deles, já virou ação judicial e a dívida é antiga.
É a triste sina de homens que só conseguem prosperar quando pendurados em algum cargo público.
Lívia Martins
Faça contato e envie denúncias para: liviamartins.jornaldacidade@gmail.com

                                     https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online.

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Foco MS