assinante_desktop_cabecalho

Forças Armadas concordam com o General Heleno: “Afronta a segurança institucional”

Ler na área do assinante

Será que o ministro Celso de Mello terá a coragem de mandar fazer a apreensão do celular do presidente da República?

Há quem torça para que sim.

Celso de Mello não tem nada a perder. Daqui apenas 6 meses deixa o Supremo Tribunal Federal, pois completa 75 anos.

Já revelou sua ojeriza por Bolsonaro e classificou os seus eleitores como “Bolsonaristas fascistóides”.

Porém, para o desconsolo do magistrado, o ministro da defesa Fernando Azevedo e Silva, que conhece muito bem o STF, onde atuou como assessor da presidência, garantiu que as Forças Armadas concordam com a nota divulgada pelo General Augusto Heleno.

Aliás, o ministro da defesa considerou a “simples ilação da apreensão do celular do Presidente da República”, como uma coisa “absurda”.

E o ministro ainda foi mais incisivo e classificou como:

“Afronta a segurança institucional”.

De fato, foi mais uma afronta...

Com a palavra, Celso de Mello...

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar