Marco Aurélio pede a saída de Weintraub, mas Janaína surpreende e sai em sua defesa: "Expressou o sentimento do brasileiro indignado"

Na reunião ministerial de 22 de abril, o ministro Abraham Weintraub teve uma participação das mais comentadas, após a liberação do vídeo.

'Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF', conclamou Weintraub.

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que ficou "perplexo" com o vídeo da reunião ministerial e sugeriu a saída de Weintraub do governo:

"Tudo lamentável, ante a falta de urbanidade. Fiquei perplexo. O povo não quer 'circo'. Quer saúde, emprego e educação".

E prosseguiu:

"Fosse o presidente, teria um gesto de temperança. Instaria o Ministro da Educação a pedir o boné. Quem sabe?", disse Marco Aurélio.

Surpreendentemente, saiu em ‘defesa’ de Weintraub a deputada Janaína Paschoal.

Vejamos o que ela disse:

“O Ministro da Educação estava para cair, por resistir às exigências do Centrão. Estão dizendo que o vídeo ajuda a expulsá-lo do Governo. Eu penso o contrário. A fala do Ministro, na reunião, o blinda, pois ele expressou o sentimento de todo brasileiro indignado!
Ele denunciou que Brasília é pior do que ele imaginava. Que todos vivem encastelados, que não ligam e nem sabem como vive o povo... Como, depois dessa fala, demitir um homem desses?
Quanto à parte que se refere aos Ministros, muito embora seja grosseira e inadequada, também reflete um sentimento de indignação nacional, diante de decisões como esta recente, que dá posse a um deputado preso! Meu Pai!”.

Parece que Janaína, mesmo que momentaneamente, recuperou a sensatez.

da Redação

Comentários