Destemido, Weintraub compara censura imposta por Moraes ao nazismo: “Famílias tiveram seus lares violados”

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, detonou a ação policial determinada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, contra jornalistas, parlamentares e ativistas sociais, com o objetivo de castrar o direito de liberdade de expressão dessas pessoas.

Nesta quinta-feira, 28, Weintraub questionou, em suas redes sociais, qual seria o limite desta censura e publicou uma imagem do período em que a Alemanha foi controlada pelo regime nazista de Adolf Hitler.

“Primeiro, nos trancaram em casa. Depois, brasileiros honestos buscando trabalho foram algemados”, escreveu Weintraub.

Confira a imagem:

O ministro prosseguiu:

“Ontem, 29 famílias tiveram seus lares violados! Sob a mira de armas, pais viram suas crianças e mulheres assustadas terem computadores e celulares apreendidos!”

E finalizou:

“Qual o próximo passo?”

Confira:

da Redação

Comentários