Hang agradece Bolsonaro por apoio: “Estamos juntos com o povo brasileiro”

O empresário e ativista político, Luciano Hang (Havan), foi uma das pessoas censuradas pelo malfadado inquérito das fake news.

Após determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, agentes da Polícia Federal (PF) efetuaram o cumprimento de mandados de busca e apreensão na casa de jornalistas, parlamentares, empresários e inclusive um humorista.

Hang agradeceu o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, pelo apoio dado aos censurados por Moraes.

“Obrigado, presidente”, escreveu Hang, em suas redes sociais.

O empresário ainda reiterou que jamais irá deixar de falar o que pensa.

“Estamos juntos com o povo brasileiro para mudar o nosso país. Democracia e liberdade é tudo!”, finalizou o dono das lojas Havan.

Confira:

da Redação

Comentários