Decisão absurda não se cumpre, se protesta!

O Inquérito em trâmite no STF, sob o pretexto de investigar falsas notícias, além de Inconstitucional, é sobretudo, um disfarce para encobrir seu próprio rabo.

Mais precisamente, trata-se de clara censura visando calar as graves denúncias feitas pela Revista Crusoé, que possuem como alvo a alta corte Suprema.

O Ativismo Judicial e a Ditadura Institucional nesse caso, demonstra-se às claras, tendo em vista que para a celeuma de se apurar tais "fatos noticiosos", jamais nos faltara o velho e consagrado Código Penal, sempre pronto a atender denúncias de calúnia, injúria e difamação.

Jornalismo, imprensa, liberdade de expressão e democracia, deveriam ser pares inseparáveis e indissolúveis.

Deveriam, pois no mundo real essa intrínseca não se constitui ou se integra de fato, haja vista o cala boca recebido de forma calada e velada pelas grandes mídias, verdadeira sujeira e cumplicidade.

#STFVergonhanacional

Eduardo Garcia. Jornalista

Comentários