EUA encerra definitivamente parceria com a OMS: “Comandada pela China”

A partir desta sexta-feira, 29, os Estados Unidos (EUA) não terá mais qualquer ligação com a Organização Mundial da Saúde (OMS). O anúncio foi feito pelo próprio presidente americano, Donald Trump.

Trump, que já tinha congelado os investimentos com a OMS, afirmou que agora é definitivo e irá destinar a verba para outras organizações de saúde, mas não revelou quais.

Em um pronunciamento na Casa Branca, o presidente americano disse que a China mentiu sobre o início do coronavírus e por consequência permitiu que o vírus se espalhasse pelo mundo inteiro.

Segundo Trump, a China tem total controle da OMS, apesar de investir muito menos na organização que os EUA.

O presidente dos Estados Unidos ainda acusou a China de tentar roubar os ‘segredos americanos’ e disse que vai proteger o avanço científico e tecnológico do país e o progresso para um tratamento contra a Covid-19.

Fonte: R7

da Redação

Comentários